PROGRAMAÇÃO

13.11 | SÁBADO | 19H | CONCERTO 1
Eduardo Frigatti • Três canções do Sul do Brasil (2021 – estreia)

I-  Moderato – Catira
II-  Calmo – Milonga campeira
III-  Allegro – Fandango

Guilherme Bernstein • Concertino para oboé (2021 – estreia)

I- Moderato
II- Andante
III- Allegro

Juliana Bravim (oboé)

Raul do Valle – Primavera para cordas (2007)
Ivan Paparguerius – Concertino para violão (2021 – estreia)

I- Andante
II- Adagietto
III- Allegro moderato

Ivan Paparguerius (violão) 

Ernani Aguiar – Instantes no 6 “Esqerzo” para cordas (2021 – estreia)

I-  Dançante
II-  Debochado
III-  Otium
IV-  In Ut (uma banda vai e outra fica)

Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro Regência: Guilherme Bernstein

14.11 | DOMINGO | 17H | CONCERTO 2
Guilherme Bauer (1940) – Três peças saxofônicas (2017 – estreia)

I- Improviso
II- Canto
III- Planos

Pedro Bittencourt (saxofone)

Vinícius S. Baldaia – Miragens em Penumbra para flauta, clarinete, contrabaixo e piano (2021 – estreia)

Cron Ensemble
Rubem Schuenck (flauta), Vicente Alexim (clarineta e clarone), Cláudio Alves (contrabaixo) e Tatiana Dumas (piano)

Bruno Cunha – Contrapponto Dialettico Abaporu para flauta e piccolo, clarinete baixo, trompete, violino, violoncelo, contrabaixo e percussão (2019 – estreia no Brasil)

Cron Ensemble
Rubem Schuenck (flauta), Vicente Alexim (clarineta e clarone), David Alves (trompete), Ricardo Amado (violino),
Janaína Salles (violoncelo), Cláudio Alves (contrabaixo), Tatiana Dumas (piano), Pedro Moita (percussão),
Regência: Marcos Nogueira

James Correa – Earth Canticles para violoncelo e piano (2018 – estreia no Brasil)

Janaína Salles (violoncelo) e Tatiana Dumas (piano)

Tim Rescala (1961) – Parescências para viola e piano (2021 – estreia)

I- Parece um tango
II- Parece uma valsa
III- Parece um estudo
IV- Parece uma rabeca (solo)
V- Parece um violino
VI- Parece uma seresta
VII- Parece que acabou

Dhyan Toffolo (viola) e Erika Ribeiro (piano) 

Maria Di Cavalcanti – Fragmente op.13 para flauta, sax alto e violoncelo (2021)

I– Abstrakt 

II- Konkret

Interbrasilis Trio
Wladyslaw Kreinski (flauta), Jonatas Weima (sax alto) e Glenda Carvalho (violoncelo)

Helder Oliveira – Logging para quarteto de trompas (2021 – estreia)

I- Motives
II- Consequences

Tiago Carneiro, Giliéder Veríssimo, Mateus Lisboa e Phillip Doyle (trompas)

Paulo Rios Filho – Contração e expansão para quinteto de metais (2019)

Ezequiel Freire e David Alves (trompetes), Philip Doyle (trompa), Everson Moraes (trombone) e Carlos Vega (tuba)

15.11 | SEGUNDA-FEIRA | 17H | CONCERTO 3
Gabrielle Camarana – Átimo para flauta solo (2020/21 – estreia)

Renan Dias Mendes (flauta)

Eduardo Seincman – Solitude para clarone solo (2021 – estreia)

Anderson Menezes (clarone)

Paulo Costa Lima – Gota serena para flauta, clarineta e piano (2021 – estreia)

I- Nuvens cinzas
II- Da gota
III- Final (Presto)

Renan Dias Mendes (flauta), Camila Barrientos (clarineta) e Felipe Senna (piano)

Eduardo Hiroshi – Pedras matemáticas e alguns módulos para violoncelo solo (2019)

Rodrigo Prado (violoncelo)

Andrey Cruz – Pi para fagote solo (2021)

Erick Ariga (fagote)

Pauxy Gentil-Nunes – Três miniaturas para 2 violinos e viola (2019)

I- Sentido
II- Andante
III- Presto

Eder Grangeiro e Helena Piccazio (violinos) e Tiago Vieira (viola)

Felipe Senna – Fankaisie para tuba e orquestra de câmara (2019 – estreia)

Luiz Serralheiro (tuba)

Léa Freire – Turbulenta para orquestra de câmara (2017)

Câmaranóva – orquestra de câmara
Direção: Felipe Senna

16.11 | TERÇA-FEIRA
16H | CONCERTO 4 |  Espaço Guiomar Novaes | Coordenação: Bryan Holmes 
Luiz Carlos Csekö – Vórtices 3 para soprano, clarineta, violino, guitarra, piano e amplificação (2021 – estreia)

Ensemble Batucadanárquica
Gabriela Geluda (soprano), Paulo Passos (clarineta), Luísa de Castro (violino), Aloysio Neves (guitarra),
Tatiana Dumas (piano); Luiz Carlos Csekö

Fernando Kozu – Sendas VI – três haicais para soprano, flauta, clarineta, sax tenor, violino e piano (2021 – estreia)

Gabriela Geluda (soprano), Sofia Ceccato (flauta), Paulo Passos (clarineta), Paulo Vinícius (saxofone), Luísa de Castro
(violino) e Tatiana Dumas (piano

Felipe Vasconcelos – Cemitério de estrelas e onde estávamos quando elas cantavam (2021 – estreia)

Bryan Holmes (difusão)

Jorge Antunes – Confinement I para saxofone soprano e sons eletrônicos pré-gravados (2021 – estreia no Brasil)

Pedro Bittencourt (saxofone) e Bryan Holmes (difusão)

Wellington Gonçalves – Ponto cruzado para clarone e eletrônica (2021 – estreia presencial) 

Bruno Avoglia (clarone) e Wellington Gonçalves (difusão)

Bryan Holmes – AlteridadE (2021 – estreia no Brasil)

Bryan Holmes (difusão)

Intervalo
Silvio Ferraz – Linha-Ponto-Sombra para saxofone e eletrônica (2020 – estreia)

Pedro Bittencourt (saxofone) e Silvio Ferraz (eletrônica e difusão)

Sergio Kafejian – Canvas of winds para flauta, clarineta e difusão (2017) 

Sofia Ceccato (flauta), Paulo Passos (clarineta) e Sergio Kafejian (eletrônica e difusão)

Guilherme Bertissolo – Erupção 2 para saxofone sopranino e eletrônica (2019/20)

Pedro Bittencourt (saxofone) e Guilherme Bertissolo (eletrônica)

Orlando Scarpa Neto – Cidade do Alto (2018)

Bryan Holmes (difusão)

Gabriel Xavier – Jukebox – Paródia tour para saxofone tenor, piano e difusão (2021)

Paulo Vinícius (saxofone), Ana Cursino Guariglia (piano) e Gabriel Xavier (difusão)

19H | CONCERTO 5
Rodrigo Cicchelli – Litanias I a IX para piano solo (2021 – estreia)

I- Litania dos Dias Vãos
II- Litania da Pedra
III- Ladainha de Nossa Senhora
IV- Litania de Mármore
V- Litania para Jean-Claude Risset
VI- Litania dos Anjinhos Caídos
VII- Ladainha de Todos os Santos I
VIII- Ladainha de Todos os Santos II
IX- Litania do Sol de Outono

Giulio Draghi (piano)

Luiz Eduardo Castelões – 6 Temas Pop para piano solo (2020 – estreia no Brasil)

I- Sinos
II- Melodia
III- Pássaros
IV- Onomatopeias
V- Campainhas
VI- Finale


Ingrid Barancoski (piano)

Marisa Rezende – Miragem para piano solo (2009)

Marina Spoladore (piano)

Estevão Dottori – Noturno Caravaggio para piano solo (2021 – estreia)

I- Folhas
II- Fuga para o Egito
III- Bacco malato
IV- Libecio

Cristiano Vogas (piano)

Edino Krieger – Chacona ao luar (Mondschein Chaconne) para piano solo (2017)

Marina Spoladore (piano)

Maria Helena Rosas Fernandes – Dualismo II para dois pianos (2010 – estreia)

I- Do Micro ao Macro
II- Do Macro ao Micro
III- Dualismo

Marina Spoladore e Cristiano Vogas (pianos)

Maurício Dottori – The Crystal Cabinet, 6 miniaturas para viola e piano (2021 – estreia)

I- Tramonto
II- Sostenuto
III- Arabescos
IV- Stringente
V- Tango
VI- Melodia


Duo Burajiru
Fernando Thebaldi (viola) e Yuka Shimizu (piano)

17.11 | QUARTA-FEIRA | 19H | CONCERTO 6
Ricardo Tacuchian – Sálvia para harpa solo (2021 – estreia)

Vanja Ferreira (harpa)

Harry Crowl – Sonata Fantástica para violão (2021 – estreia)

I- A Acusação
II- O Julgamento
III- A Execução


Celso Faria (violão)

Márcio Guelber – Paisagens possíveis para violão de sete cordas (2021 – estreia presencial)

I- Ânima
II- Imaginário
III- Entre Rios
IV- Âmago


Márcio Guelber (violão de sete cordas)

Daniel Ganc – Frenesi – dois momentos para violão solo (2021 – estreia)

I- Glissandos
II- Ligados


Fábio Adour (violão)

Caio Facó – Strata para quarteto de cordas (2021 – estreia)

Quarteto Suassuna

Gabriel Araújo – Close to me (2018) para vibrafones

Tiago Calderano e Pedro Moita (vibrafones)

Willian Billi – Divagações Paulistanas – Uma jornada afetiva pelas 7 “Paulistanas” de Claudio Santoro para vibrafone, piano e quarteto de cordas (2018)

Tiago Calderano (vibrafone), Maria Di Cavalcanti (piano) e Quarteto Suassuna

18.11 | QUINTA-FEIRA | 19H | CONCERTO 7
Alexandre Schubert – Concerto para flautim e cordas (2019)

I- Semínima 86
II- Semínima 62
III- Semínima 102


Thaís Bacellar (flautim)

Emanuel Ferreira – Noturna nº 1 (2019 – estreia)
Wellington Gomes – Lampejos nostálgicos para oboé e cordas (2017)

Thiago Neves (oboé)

Marco Feitosa – O sertão de ser tão só (2017 – estreia)

I- Lamento
II- Procissão
III- Esperança

Luigi Antonio Irlandini – Axis Mundi para cordas (2021 – estreia)

Orquestra Sinfônica de Barra Mansa
Regência: Anderson Alves

19.11 | SEXTA-FEIRA | 19H | CONCERTO 8
Marcelo Carneiro – Três canções para violoncelo solo (2021 – estreia)

Hugo Pilger (violoncelo)

Henrique David Korenchendler – Kaddish para cordas (3ª versão)
Ernst Mahle – Concerto para dois violoncelos e cordas (2020 – estreia)

I- Allegro moderato
II- Andantino melancólico
III- Vivo (Rondó)


Hugo Pilger e Alceu Reis (violoncelos)

Dimitri Cervo – Concerto para harmônica e cordas – Série Brasil 2010 nº 11 (estreia)

I- Moderato
II- Largo
III- Vivo

José Staneck (harmônica)

Nestor de Hollanda – Guarda do Farol para harmônica e cordas (2021 – estreia)

I- Alvorada
II- O farol

José Staneck (harmônica)

Ronaldo Miranda – Suíte Lírica para cordas (2017)

I- Decidido
II- Suplicante
III- Dramático
IV- Malemolente


Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Regência: Thiago Santos

20.11 | SÁBADO| 19H | CONCERTO 9

EVENTO 100% ONLINE

Marcos Nogueira – A lírica de Píndaro – Concertino para piano e orquestra de câmara (2019 – estreia)

Midori Maeshiro (piano)

Felipe Portinho – Concertino para viola, cordas e percussão (2019 – estreia)

I- Partido alto
II- Valsa louca
III- Viola’s Dreams


Samuel Passos (viola)

Eduardo Biato – Suíte para violino e cordas (2020 – estreia)

I- Prelúdio
II- Valsa
III- Sarabanda
IV- Giga


Priscila Rato (violino)

Rodolfo Coelho de Souza – Intermitências (2019 – estreia)

I- Exordium
II- Interferências
III- Post scriptum

Marlos Nobre – Intrata e Tango op.129 (2021 – estreia)

Orquestra Petrobras Sinfônica
Regência: Felipe Prazeres

21.11 | DOMINGO | 17H | CONCERTO 10
Rodrigo Camargo – Três peças para dois violinos (2021 – estreia)

I- Prelúdio
II- Interlúdio
III- Poslúdio


Tomaz Soares e Luísa de Castro (violinos)

Eli-Eri Moura – Tablero para cordas (2020 – estreia)
Marcelo Bellini Dino – (In)Tolerâncias para cordas (2017 – estreia)
Cyro Delvizio – Divagações intervalares para piano e cordas (2018 – estreia)

Tamara Ujakova (piano)

Fernando Cerqueira – Antigas Rotas II – Interlúdio para trombone e cordas (2017/21 – estreia)

João Luiz Areias (trombone)

João Guilherme Ripper – Concerto a cinco nº 2 (2020 – estreia)

I- Prelúdio
II- Dança


Quarteto de cordas da UFF
Tomaz Soares e Ubiratã Rodrigues (violinos), Clara Santos (viola) e Glenda Carvalho (violoncelo)
Rodrigo Favaro (contrabaixo)


Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense (OSN UFF)
Regência: Roberto Duarte

24.11 | QUARTA-FEIRA | 19H | CONCERTO 11
Igor Maia – Permutações Sonoras para violino, violoncelo e piano (2019)

Carla Rincón (violino), Janaína Salles (violoncelo) e Josiane Kevorkian (piano)

Lauro Pecktor – Miniatures to Ms. A. para violino, violoncelo e piano (2019 – estreia no Brasil)

Carla Rincón (violino), Janaína Salles (violoncelo) e Josiane Kevorkian (piano)

Yugo Sano Mani – Luzes em desassossego para clarineta, violino, violoncelo e piano (2019)

Victor Hugo Rego (clarineta), Carla Rincón (violino), Janaína Salles (violoncelo) e Josiane Kevorkian (piano)

Gustavo Cardoso Bonin – Eternidade para flauta, oboé e sax alto (2020 – estreia)

Andréa Ernest Dias (flauta), Thiago Neves (oboé) e Jonatas Weima (saxofone)

Lucca Totti – Pedra e seca às vezes raízes para violão solo (2020)

Mário Silva (violão)

Roberto Victório – D’Jar para dois violões (2017 – estreia)

I- Movido
II- Ágil
III- Lento
IV- Rápido
V- Movido


Fábio Adour e Mário Silva (violões)

Mário Ferraro – Sobre aquele velho carvalho à beira da estrada para dois violões e quarteto de cordas (2017 – estreia no Brasil)

Fábio Adour e Mário Silva (violões)
Quarteto Suassuna
Andreia Carizzi e Luiz Felipe Ferreira (violinos), Samuel Passos (viola) e Glenda Carvalho (violoncelo)